Rodas de Conversa 

As rodas de conversa sobre o tema de desastres associados deslizamentos com representantes de diferentes grupos de atores sociais permite se conhecer diferentes percepções.

Cria-se um campo de discussão sobre o tema em que o conhecimento de diferentes percepções e saberes possibilita uma reflexão mais aprofundada sobre o tema que, por sua vez, deve contribuir para uma gestão de risco participativa

Roda de Conversa em Vitória, Espírito Santo

Roda de Conversa em Vitória, Espírito Santo

Foi realizada em novembro de 2018 uma roda de conversa com atores envolvidos com o tema de RRD/sustentabilidade de Vitória, tendo participado pesquisadores da UVV (ES), UFRJ (RJ) e UENF (RJ), gestores públicos municipais, ONGs, Conselho de Arquitetura e Urbanismo..Foram empregados meios imagéticos como forma de incitar a reflexão sobre o tema de RRD e sustentabilidade na cidade de Vitória, se inspirando na método Photovoice adaptado que permite visualizar as percepções dos indivíduos acerca de suas realidades, facilitando o debate sobre o tema em foco.

Através do método, fez-se uma exposição de imagens, o que fez suscitar discussões acerca dos temas de expansão urbana sem considerar as ameaças ambientais, inundações, deslizamento do Morro do Macaco, remoção de moradores, pressão demográfica sobre áreas de riscos ou protegidas, incentivo do governo para ocupação de áreas inadequadas, desastre no morro de Boa Vista, liberação indevida de empreendimentos,  aposta na educação ambiental. A roda de conversa foi organizada pelo Núcleo de Estudos Urbanos e SocioAmbientais (UVV-ES)com apoio da Fundação de Amparo a Pesquisa do Espírito Santo (FAPES).

ler mais
Roda de Conversa em Vila Velha, Espírito Santo

Roda de Conversa em Vila Velha, Espírito Santo

Foi realizada em abril de 2019 uma roda de conversa com atores envolvidos com o tema de RRD/sustentabilidade de Vila Velha, tendo participado pesquisadores da UVV (ES), UFRJ (RJ) e UENF (RJ), Defesa Civil de Vila Velha, ONGs e gestores públicos e associação de moradores.

Foram empregados meios imagéticos como forma de incitar a reflexão sobre o tema de RRD e sustentabilidade na cidade de Vitória, se inspirando na método Photovoice adaptado que permite visualizar as percepções dos indivíduos acerca de suas realidades, facilitando o debate sobre o tema em foco.

Através do método, fez-se uma exposição de imagens, o que fez suscitar discussões acerca dos temas de falta de educação, omissão dos gestores públicos, demanda por uma abordagem mais técnica dos riscos, problemas relacionados a remoção de moradores, relativização dos riscos por parte de moradores, instalação de serviços públicos por empresas privadas mesmo em situações de risco, disputa territorial  entre moradores de área de risco e instituições privadas, exploração imobiliária, influência política nesse processo, problema relacionado a migração excessiva para os grandes centros urbanos, solidariedade aos flagelados da enchente de 60, recorrência das inundações; expectativa de futuro melhor pelas novas tecnologias, a esperança na união e solidariedade.

A roda de conversa foi organizada pelo Núcleo de Estudos Urbanos e SocioAmbientais (UVV-ES) com apoio da Fundação de Amparo a Pesquisa do Espírito Santo (FAPES).

ler mais
Roda de Conversa em Baixo Guandu, Espírito Santo

Roda de Conversa em Baixo Guandu, Espírito Santo

Em outubro de 2019 foi realizada uma roda de conversa entre pesquisadores brasileiros e franceses, gestores públicos municipais e moradores da cidade de Baixo Guandu (ES), localizada à margem do Rio Doce e na divisa com Minas Gerais. A cidade foi severamente  afetada pelo desastre da ruptura da barragem de rejeitos de Fundão, em Mariana (MG), em 2015.

Após o prefeito discorrer sobre o histórico no período pré, durante e pós impacto, discutiram-se as consequências em suas diferentes dimensões à cidade e diretamente aos moradores, destacando-se às questões relativas ao fornecimento de água, da saúde da população e à queda dos empregos, as ações tomadas pelos diferentes gestores e moradores para mitigar os danos e a relação com as demais atores. A roda de conversa foi organizada pelo Núcleo de Estudos Urbanos e SocioAmbientais (UVV-ES).

ler mais
Roda de Conversa na comunidade Maria Ortiz

Roda de Conversa na comunidade Maria Ortiz

Em outubro de 2019 foi realizada uma roda de conversa entre pesquisadores brasileiros e franceses e moradores da comunidade pesqueira de Maria Ortiz, localizada à margem do Rio Doce, em Colatina (ES), afetada pelo desastre associado a ruptura da barragem de rejeitos de Fundão, em Mariana (MG), em 2015.

Discutiram-se as diferentes impactos econômicos, sociais e a saúde dos moradores, as percepções acerca do riscos pré e durante o impacto, as transformações na vida dos moradores que ainda perduravam, as ações tomadas pelos diferentes atores envolvidos para mitigar os danos e relação dos mesmos com a comunidade. A roda de conversa foi organizada pelo Núcleo de Estudos Urbanos e SocioAmbientais (UVV-ES)

ler mais
Roda de Conversa na Rocinha

Roda de Conversa na Rocinha

Os desastres associados a deslizamentos, na maioria dos casos no Brasil, revelam uma forma de organização social favorável a ocupação desordenada de áreas naturalmente suscetíveis a deslizamentos por populações altamente vulneráveis diante dessas ameaças, realidade que precisa ser considerada na gestão de riscos.

Em maio de 2019 foi realizada uma roda de conversa  entre acadêmicos e representantes de movimentos sociais da comunidade da Rocinha, favela de mais de 100 mil habitantes, no Rio de Janeiro. Foi adaptado o método Photovoice como ferramenta para facilitar o debate, em que a exposição de imagens fizeram suscitar os temas de reassentamento de moradores de áreas de risco, de deficiência do sistema de alarme e de solidariedade entre moradores.

A roda de conversa envolveu basicamente professores da áreas de antropologia, engenharia geotécnica e sociologia e moradores representantes de movimentos sociais locais. A participação de um artista francês permitiu que seu olhar de fora traduzisse a discussão, através da realização, durante a atividade, de sua obra que ficou exposta na comunidade.
Confira o vídeo no canal do Projeto Encosta Viva disponível no Youtube

ler mais
Encosta Viva